SANTA CATARINA ESPERA 1,5 MILHÃO ATÉ A PÁSCOA

Governo divulgou balanço da Operação Veraneio. Argentinos representaram 13,7% dos visitantes, e gaúchos, 18,5%.

Balneário Camboriú (SC)

O governo de Santa Catarina informou nesta segunda-feira (22) que 8 milhões de turistas circularam pelo estado entre dezembro e fevereiro deste ano, incluindo catarinenses, brasileiros de outros estados e estrangeiros. São esperados mais 1,5 milhão até a Páscoa, informou o governo.

Os números foram divulgados durante apresentação de balanço sobre a temporada. Mais de 38% dos turistas são de Santa Catarina. O Rio Grande do Sul vem na sequência, e é o local de origem de 18,5% dos turistas. Os argentinos representam 13,7% dos visitantes, segundo o governo.

"É um processo de avanço permanente", disse o governador Raimundo Colombo. "Melhoramos em muitas coisas, mas outras nos esafios. A questão do saneamento é importante porque o número de turistas aumenta cada vez mais, e isso se agrava cada vez mais, por isso os investimentos têm que continuar sendo feitos".

Voos extras

Houve um aumento de 45,8% dos voos extras no Aeroporto Hercílio Luz em relação ao verão passado. Foram 399 neste ano, antes os 292 da temporada passada.
De acordo com o governo, somente a maior empresa que opera linhas da Argentina para Santa Catarina enviou 20 ônibus durante a temporada.

Em Dionísio Cerqueira, no Oeste, a Polícia Federal registrou a entrada de 80.764 pessoas pela fronteira entre 1º de janeiro e 10 de fevereiro, o que representa um crescimento de 62% em relação a igual período de 2015.

Mais de 40 navios aportaram em Porto Belo e Itajaí. Somente ao terminal Rita Maria, em Florianópolis, chegaram 13,5 mil ônibus entre 15 de dezembro e o início de fevereiro – somente no carnaval foram 3,3 mil. Segundo o Departamento de Transportes e Terminais (Deter), foram 450 ônibus extras.

“Esse movimento se deve a dois fatores: a alta do dólar, que fez com que muitos brasileiros escolhessem destinos nacionais, e a ampla promoção do nosso estado no mercado nacional e América do Sul”, disse o secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Filipe Mello.

Em relação à ocupação hoteleira, a média ficou em 90% na Grande Florianópolis, 91% nas estâncias termais, 70% na Serra Catarina e 90% na chamada Costa Verde e Mar, que vai de Porto Belo a Balneário Piçarras.

Afogamentos e segurança

O governo registrou 66 mortes por afogamento em água doce e 29 em praias - três delas ocorreram em locais com presença de guarda-vidas.

Em relação à segurança pública, o governo informou que houve uma redução do número de roubos e furtos entre os dias 22 de dezembro e 15 de fevereiro, na comparação com o ano passado.

Conforme o balanço, os roubos em veículos diminuíram 33%, e os assaltos a comércio caíram 30,5%. Também foram registrada queda de 7,8% dos furtos em geral.

No entanto, o balanço registrou aumento de 20,7% no número de homicídios em relação ao mesmo período do ano passado. Também houve aumento de 16% nos crimes sexuais.

Ainda segundo o governo, o número de latrocínios (roubos seguidos de morte) caíram 81,8%. Também caiu em 61% o número de desaparecimentos.

No mesmo período de dezembro a fevereiro, foram apreendidas 190 armas e 201 quilos de drogas.

A operação movimentou 9.165 profissionais, entre policiais militares e civis, bombeiros e técnicos do Instituto Geral de Perícias (IGP).

Água e luz

Nesta temporada a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) registrou um aumento de 27% no consumo de água em relação ao verão passado no Norte de Florianópolis. Também houve maior consumo no Centro da capital (10%) e nas regiões Sul e Leste (20%).

No carnaval, quando a população de Florianópolis passou de 700 mil pessoas, foi registrado o recorde de 1.750 litros por segundo.

A companhia informou que está com 23 obras em andamento em várias regiões do estado e mais 11 que começam ainda neste ano. Segundo a Casan, até 2018 o estado deverá ter 49 % de cobertura de rede de esgoto.

A Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) informou que houve um aumento de 5,6% no consumo entre os dias 21 e 31 de dezembro, em relação ao mesmo período do ano passado.

A partir do Portal G1. Leia no original
Share on Google Plus

About Editor

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!