VIAGEM DE AVIÃO: PREPARAÇÃO, PASSO A PASSO



Viajar de avião está cada vez mais fácil para os brasileiros: a renda no país vem crescendo, as passagens aéreas têm sido vendidas a preços tentadores e o real está cada vez mais valorizado no mercado de câmbio. Se você é uma das pessoas que, aproveitando o cenário positivo, resolveu fazer sua primeira viagem de avião, anote as sugestões nesse passo a passo.

Planeje-se:  Você sabe que vai tirar férias daqui a um ano e está decidido que, nesse período de descanso, fará sua primeira viagem de avião. Não deixe, portanto, para comprar sua passagem aos 45 do segundo tempo. Um bilhete aéreo adquirido meses antes do embarque fica bem mais barato do que uma passagem comprada apenas alguns dias antes da viagem.

Use a internet:  Tente comprar a passagem pelo site da companhia aérea. O processo é fácil e não acarreta o chamado "adicional de emissão", taxa extra que seria cobrada se a passagem fosse adquirida em alguma agência de viagem. O check-in também pode ser feito pela internet, o que vai facilitar o processo de embarque na hora em que você chegar ao aeroporto, além de permitir que você encontre mais facilmente o assento de sua preferência dentro da aeronave .

Estratégia 1:  Para saber quais companhias aéreas atendem o destino para o qual você pretende viajar, entre em um dos sites que vendem passagens aéreas (os mais famosos são o Decolar - www.decolar.com - e o Submarino Viagens - www.submarinoviagens.com.br) e faça uma comparação entre os preços oferecidos. Entre, então, no site de cada uma das companhias aéreas que apareceram nesses sites e veja qual o preço das passagens vendidas diretamente por elas. O valor, provavelmente, será bem menor. O UOL também oferece o serviço de comparação de preços entre as melhores ofertas de pacotes e passagens aéreas no Shopping UOL (http://shopping.uol.com.br) .

Estratégia 2:  Bilhetes aéreos marcados para terças ou quartas-feiras tendem a ser mais baratos, pois a demanda por passagens nesses dias é menor. Ficar mais de 10 dias no destino da viagem também barateira a passagem, assim como escolher voos que operam no período entre as 23h e as 6h da manhã (lembre-se, porém, que chegar à noite a seu destino acarreta em pagar um táxi mais caro na hora em que sair do aeroporto) .

Estratégia 3:  Viajar de avião em datas como o Ano Novo e o Carnaval pode parecer bem atraente, mas com certeza irá afetar suas finanças. A chamada "alta temporada" abarca os meses de janeiro, fevereiro, julho e dezembro e, nessas épocas de alta demanda, o preço das passagens tende a aumentar muito. Se tiver a chance, escolha viajar em meses como abril ou setembro. A probabilidade de encontrar uma pechincha - ou sua praia preferida quase deserta - é bem maior .

Olho na net:  Use a internet a seu favor e siga as companhias aéreas (principalmente as brasileiras) no Facebook e Twitter. É através dessas ferramentas que algumas delas anunciam, em primeira mão, suas melhores promoções de passagens aéreas. A Gol, por exemplo, tem o costume de divulgar suas promoções nas mídias sociais às sextas-feiras, a partir das 18h. Ter um smartphone conectado à internet ajuda na rapidez do acesso a esse tipo de informação .

Vistos:  Para viajar dentro do Brasil e para alguns países da América do Sul, o turista brasileiro não precisa de passaporte: o RG ou CNH já bastam. Caso a viagem seja para os Estados Unidos ou a Austrália, porém, um visto será necessário. Os países europeus, por sua vez, não pedem visto, mas podem fazer uma série de exigências na hora que o turista desembarcar em um de seus aeroportos, como ver se o viajante tem dinheiro suficiente para a viagem ou se possui reserva em algum hotel. Para se informar sobre as exigências específicas de cada caso, acesse o Portal Consular do Itamaraty: www.portalconsular.mre.gov.br.

Saúde:  Alguns países, como a Bolívia, exigem que o visitante brasileiro tenha tomado a vacina de febre amarela antes de entrar no país. Outros, como os europeus, podem pedir um seguro de saúde que cubra o tempo de estadia dentro do continente. Para mais informações, entre em contato com as empresas Seguro GTA (www.segurogta.com.br) ou Ísis Brasil (www.isisbrasil.com.br). Para informações sobre vacina contra febre amarela, entre no site da Anvisa: www.anvisa.gov.br.

Acomodação:  Há hoje uma infinidade de sites que fazem reservas online para hotéis do mundo inteiro. Alguns dos mais famosos deles são o Hoteis.com (www.hoteis.com) e o Booking.com (www.booking.com). Já o Hostelworld (www.hostelworld.com) é o mais indicado para quem está procurando acomodação de baixo custo, especialmente albergues. Aqui, porém, vale a mesma a regra aplicada para a escolha da passagem aérea. Compare o preço da diária do hotel oferecido por um dos sites citados acima com o preço oferecido diretamente pelo site do hotel. Pode haver consideráveis diferenças de valor .

Pesquise:  Use os dias que antecedem sua viagem para pesquisar sobre o lugar ao qual você está indo. Informe-se sobre restaurantes, meios de transporte baratos, dias em que museus abrem gratuitamente ou as melhores praias para tomar sol. Isso lhe deixará preparado para explorar o destino. 

Dinheiro:  Se a viagem for internacional, troque, ainda no Brasil, alguma quantia de reais pela moeda do país a ser visitado. Pesquise diversas casas de câmbio, pois o valor de câmbio oferecido por cada uma pode variar consideravelmente. Não leve, entretanto, grande quantidade de dinheiro vivo com você - há furtos e roubos em qualquer lugar do mundo. Opções mais seguras são liberar o uso dos seus cartões de débito e crédito no exterior ou usar cartões de débito pré-pagos, que podem ser carregados com uma determinada quantia de dinheiro antes da viagem e permitem que o turista saque esse dinheiro em diversos caixas eletrônicos ao redor do mundo. Para mais informações sobre esse produto, acesse a página da Visa: www.visa.com.br.

Não se atrase:  Em voos nacionais, os passageiros devem se apresentar no balcão de check-in da companhia aérea pelo menos uma hora antes de o avião decolar e, no local, apresentar um documento original com foto (pode ser RG ou CNH). Para voos internacionais, o passageiro deve se apresentar no aeroporto com duas horas de antecedência. Consulte o consulado do país que pretende visitar para saber quais documentos são exigidos para a viagem. Em ambos os casos, leve também anotado ou impresso o número do e-ticket, que lhe terá sido informado logo após a compra da passagem (seja na internet ou em uma agência de viagens).

Bagagem de mão:  Cada passageiro pode geralmente levar entre uma e duas bagagens de mão em voos nacionais e internacionais. O peso de cada uma dessas bagagens não pode ultrapassar 5 kg e a somatória das suas dimensões (altura+largura+comprimento) não deve ser maior que 115 centímetros. Caso esses limites sejam ultrapassados, o passageiro pode ser multado. Além disso, objetos cortantes, substâncias inflamáveis e (no caso específico de voos internacionais) recipientes que contenham mais de 100 ml de qualquer tipo de líquido não podem ser levados na bagagem de mão. O que sim deve ser levado na bagagem de mão são objetos valiosos, como dinheiro, joias e produtos eletrônicos .

Bagagem  despachada:  A somatória das dimensões de cada bagagem despachada (aquela que é transportada no porão da aeronave) não deve ser maior que 292 centímetros e não pode ultrapassar um peso que geralmente varia entre 23 kg (voos nacionais) e 32 kg (voos internacionais). Caso ultrapasse, o passageiro paga multa. E não se esqueça de colocar alguma identificação chamativa nesta bagagem (como uma fita colorida ou adesivo), além seu nome, número de telefone e endereço: será bem mais fácil encontrá-la no momento do desembarque (ou em caso de extravio).

Embarcando:  Após fazer o check-in, você ganhará uma passagem que irá mostrar o número do portão de embarque do seu voo. Passe pelo raio X da Polícia Federal (não se esqueça de tirar todos os metais do seu bolso) e dirija-se até seu portão. Mas fique atento: os aeroportos brasileiros, infelizmente, ainda são muito desorganizados e o número do portão de embarque pode mudar de uma hora para a outra. A mudança será informada pelos monitores e pelos alto-falantes espalhados pela sala de embarque. Ao embarcar, tenha em mãos sua passagem e seu documento pessoal. Você ficará com parte do papel da passagem; guarde-a. Nela está marcado o número do seu assento .

Tentação  pelas "comprinhas":  Brasileiros são sacoleiros globais por natureza: viajam e trazem uma infinidade de compras na bagagem. Mas há que ter atenção: se você se empolgar e resolver trazer oito iPads na mochila, será provavelmente multado pela Receita Federal. Para saber o limite de produtos que podem ser trazidos para o Brasil, acesse o site da Receita: www.receita.fazenda.gov.br.
Share on Google Plus

About Editor

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!