SERRA GAÚCHA: FRIO, VINHOS E NATUREZA

  Porto Alegre
Uma caminhada pelo Centro vale como introdução ao mundo gaúcho. Em poucos passos surgem o Museu Memorial do Rio Grande do Sul, o Museu de Arte, a Casa de Cultura Mario Quintana, o Palácio Piratini (sede do governo estadual) e o neoclássico Theatro São Pedro. Mas é no interativo Museu de Ciências e Tecnologia da PUC que vale gastar mais tempo. Apresentados de forma divertida, os conceitos de ciências fazem qualquer adulto se sentir criança. Reserve espaço na agenda para apreciar o Rio Guaíba e seu entorno, como a Fundação Iberê Camargo – a própria construção de concreto branco rivaliza com as exposições em cartaz.
  Garibaldi
Distante 15 km de Bento Gonçalves, a tranquila cidade também é grande produtora de vinhos e espumantes. Circular pelas dezenas de vinícolas é uma extensão do passeio ao bonito Vale dos Vinhedos, no município vizinho.
  Bento Gonçalves
Uma volta pelos 30 km do Vale dos Vinhedos mostra o suprassumo de Bento Gonçalves: praticamente a cada curva surge uma vinícola para se conhecer a produção e provar os vinhos. A visita fica mais divertida entre janeiro e março, quando os parreirais estão cheios e é realizada a colheita. Cansou de vinho? Conheça o encantador roteiro Caminhos de Pedra, feito numa estradinha rural de 7 km, com 28 casas da época da imigração italiana, construídas com madeira e pedra.
  Antônio Prado
Cenário do premiado filme O Quatrilho (1995). Pelas ruas centrais está distribuído o maior acervo de casas de madeira da época da imigração italiana, todas erguidas no começo do século 20.
  Caxias do Sul
Segunda maior cidade gaúcha. A quantidade de prédios modernos ofusca a arquitetura italiana, presente na Igreja de São Pelegrino e na Casa de Pedra. Nas pacatas estradinhas rurais, o sotaque italiano ganha força nas vinícolas e construções coloniais.
  Nova Petrópolis
Esqueça qualquer tipo de dieta e entregue-se à fartura dos cafés coloniais: tem casa que serve mais de 50 itens. Para recuperar as calorias adquiridas, somente batendo perna pelas ruas cheia de malharias e pelo Parque Aldeia do Imigrante, que reconstitui uma vila alemã do século 19; ou encontrando o caminho certo no Labirinto Verde.
  Gramado
Juntar frio, arquitetura inspirada na Bavária, pousadas charmosas e restaurantes com lareira é a mistura perfeita para o romantismo. Ainda assim, Gramado tem atrações para a família toda. No Mini Mundo, há réplicas de monumentos em escala 24 vezes menor que a original. Crianças mais novas vão se divertir na Aldeia do Papai-Noel e com os bichos do Gramado Zoo. Em agosto, celebridades, fotógrafos e caçadores de autóautógrafos invadem a cidade durante o Festival de Cinema. No final do ano, Gramado se enfeita para o Natal Luz, com apresentação de corais e desfiles de carros alegóricos.
  Canela
Atrações naturais não faltam – a começar pela Cascata do Caracol, que, com seus 131 m, é a mais conhecida do estado. Somente quem está com o fôlego em dia encara a escadaria de 750 degraus até sua base. Para liberar adrenalina, o Parque da Cachoeira promove atividades radicais e, no Alpen Park, a descida de trenó é um programa singular. Quer um cenário digno daqueles quebra-cabeças com trocentas peças? Confira o cânion em formato de ferradura no Rio Caí.
  São Francisco de Paula
Campos, coxilhas e cachoeiras: a cidade tem a cara do Rio Grande do Sul. Aqui você pode provar o churrasco na vala, em que grandes cortes bovinos são assados por horas em uma vala aberta na terra.
  Cambará do Sul
No Parque Nacional de Aparados da Serra, o Cânion do Itaimbezinho tem formato de cotovelo, muita vegetação e uma bela vista panorâmica. No vizinho Parque Nacional da Serra Geral, o Cânion da Fortaleza é uma verdadeira muralha com 7,5 km de extensão e 1 500 m de profundidade. Em dias chuvosos, confirme as condições das estradas antes de ir para os parques.
  São José dos Ausentes
Para conhecer a cidade mais alta do estado, prepare os agasalhos. A temperatura é gelada e a paisagem, formada por campinas e araucárias. Em dias muito claros, é possível observar o litoral do alto dos 1 403 m do Pico Monte Negro – não é preciso muito esforço para chegar ao topo. Cultivando ainda mais o jeito gaúcho de ser, todas as hospedagens ficam na área rural e as refeicões são típicas de fazenda.
Share on Google Plus

About Editor

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!