Header Ads

QUANTO CUSTA UMA VIAGEM ?

A pergunta é clássica e, a dúvida, universal. Quase ninguém tem idéia de quanto custa uma viagem.

Fortaleza (CE)
No mínimo, imagina que é muito mais do que pode gastar, o que é um equívoco bem comum. E se é normal que as pessoas não saibam quanto custa um pacote para Caraíva, mais difícil ainda é acertar quanto de dinheiro irá precisar lá – o que, somado ao preço do pacote, dará o custo total da viagem. É claro que tudo depende do que você curte, de quantos dias ficar, se vai sozinho ou não. É detalhe que não acaba mais! Mesmo assim, dá para ter uma boa idéia consultando as páginas seguintes. Você vai descobrir, inclusive, que nada disso é um bicho-de sete-cabeças.

Não seria um mito o quanto você imagina gastar naquela viagem? Talvez possa ir por muito menos!

É bom parcelar?

Antigamente, muita gente só viajava pagando
à vista. Hoje, não mais. E encarar um parcelamento, ainda que com juros embutidos, está bem mais fácil e acessível. Um dos impulsos para parcelar o pagamento é o fato de sobrar mais dinheiro para a própria viagem. E, com ele, você pode ousar um pouco mais no destino - que tal aquela viagem dos sonhos para as Ilhas Gregas em vez de ir, de novo, para Nova York? Pagar à vista é bom, porque o seu poder de barganha aumenta e poderá pedir descontos. Mas aproveite o parcelamento em três, quatro e até cinco vezes, sem juros - é melhor ainda! Afinal, o gasto total será o mesmo.

Pacote ou não? Eis a questão

Entenda por pacote aquele grupo de serviços vendidos por um só preço - não necessariamente excursões em grupo, que são outra coisa. Costumam ter passagem, hospedagem, traslados e, às vezes, alguns passeios. Ficam baratos! É que as agências negociam tarifas para grupos e conseguem ótimos descontos. Já por conta própria significa "cuide você mesmo de tudo", comprando separadamente cada serviço. Nesse caso, há formas de baratear a viagem, mas você terá de se sujeitar a um conforto inferior ao que gostaria. Na hospedagem dos pacotes, as agências responsabilizam-se por um certo conforto, não trabalhando com hotéis muito baratos. No máximo, pousadas. Com ou sem pacote, a melhor economia a fazer é dividir o quarto, porque o item "dormir" é o que mais pesa numa viagem. Aceite os traslados! São econômicos. Mas, se viajar em grupo, alugue um carro para ter mais mobilidade. Verá que a mesma tarifa pode ser dividida em até quatro pessoas. Ou seja, a palavra de ordem é "rachar" despesas. Sempre que puder!

Quanto você precisa por dia

Seu pacote inclui tudo ou só a passagem? Faça uma lista do que mais precisará: transporte local, refeições (duas por dia!), hospedagens, passeios e - por que não? - compras. Uma dica geral: divida a grana que tem pelo número de dias que vai ficar. E controle a cota diária com mão-de-ferro. No caso a caso, porém, veja aqui quanto você vai precisar com...

...transportes
O que o leva até o destino (avião, ônibus ou carro) é a maior despesa da viagem. Depois, vêm os transportes locais.
Evite táxis nos aeroportos. São caros. Há serviços de ônibus ou vans que levam a pontos estratégicos da cidade e saem
mais em conta. Na média, separe 40% do dinheiro de viagem.

...hospedagem
Divida - sempre - com mais alguém, porque sozinho sairá mais caro. No Brasil, uma boa pousada custa R$ 80 - ou seja,
R$ 40 para cada um. Na Europa, um hotelzinho de duas estrelas - escolhido a dedo - sai por cerca de 60.
Para dois, sobe para 80. Para dormir, vão outros 25% do orçamento.

...refeições
A diária tem café da manhã? Relaxe. Senão, você fará uma boa economia no exterior tomando o café na rua.
Em Nova York ou Paris gastará uns US$ 3. Uma refeição no Nordeste custa uns R$ 20 por pessoa.
Na Europa, um menu fixo mais um lanche sairá, por dia, uns 20. Lá se vão mais 20% da grana.

...passeios
Pacotes costumam ter traslados e passeios incluídos - neste caso, normalmente um city tour. Se um passeio de jangada custa só R$ 6 em Maceió, um musical da Broadway, em Nova York, sai por US$ 30, num bom assento. Quanto você vai gastar dependerá do que quer curtir na viagem.
Separe outros 10% para isso.

...compras
Essas, sim, esfolam o bolso dos incautos! Para não dizer que não esteve lá, compre suvenires. Há simples lembranças que custam um único real! Mas há outras que, pagas em dólar, precisam estar na ponta do lápis. Reserve outros 5%.

A partir da revista Viaje Mais. Leia no original

Nenhum comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!